Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Demanda de candidatos por curso no Processo Seletivo 2018

Acessos: 639

 

O Centro de Processos Seletivos (CEPS) da UFPA divulgou a demanda de candidatos por curso no Processo Seletivo 2018 (PS 2017). Para acessar, clique aqui. Segundo os números apresentados, o PS 2018 recebeu um total de 109.907 inscrições, das quais 90.759 são de alunos concorrentes pelo sistema de cotas e 19.148 são de alunos não cotistas, além de 1.250 pessoas com deficiência. O PS 2018 oferta um total de 5.908 vagas, distribuídas em 177 cursos de graduação.

Cotistas - A maior concorrência está entre candidatos cotistas em cursos ofertados em Belém. O curso de Educação Física é o de maior demanda, com 143,00 candidatos na disputa por uma das 37 vagas ofertadas. Em seguida, está o curso de Nutrição, com 128,81 candidatos para cada uma das 32 vagas. O curso de Fisioterapia Bacharelado  tem demanda de 128,07 candidatos por vaga, seguido do de Psicologia, com 127,67 candidatos/vaga, e do de Enfermagem, com 120,53 candidatos/vaga.

Não cotistas - Na demanda dos candidatos não cotistas, para cursos ofertados na capital, Medicina é o mais concorrido, com 48,19 candidatos na disputa por uma das 135 vagas ofertadas. Em segundo lugar, está o curso de Psicologia – Matutino, com 37,25 candidatos para 24 vagas. Em seguida, estão os cursos de Direito (Bacharelado – Matutino), com 34,75 candidatos/vaga; Fisioterapia, com 33,07 candiatos/vaga; e Nutrição, com 27,50 candidatos/vaga.

Interior - Entre os cursos ofertados no interior do Estado, os mais concorridos são os disponíveis no Campus de Castanhal, no qual Medicina Veterinária é o de maior disputa, tanto entre cotistas (91,17/vaga) quanto entre não cotistas (25,50). Em Castanhal, a demanda também é considerável para os cursos de Licenciatura em Pedagogia – matutino, entre cotistas, (87,69/vaga), e entre não cotistas, Educação Física (6,69) e Engenharia da Computação (6,42).

Nos demais campi, o curso mais concorrido entre cotistas foi Pedagogia, em Abaetetuba, com 90,56 candidatos/vaga; em Cametá, com 70,94 candidatos/vaga; e em Breves, com 69,81 candidatos/vaga. E entre não cotistas: Medicina, em Altamira, com 17,70 candidato/vaga; Pedagogia, em Breves, com 5,63 candidatos/vaga; e Ciências Biológicas em Bragança, com 4,31 candidatos/vaga.                     

PCD - Os cursos mais concorridos no PS 2018 por candidatos com deficiência, em Belém,  são Medicina (84 candidatos/vaga), Educação Física, vespertino  (44); e Bacharelado em Direito Nortuno (40). No Campus de Altamira, o curso mais concorrido é Medicina (18); em Castanhal, Medicina Veterinária (18);  e em Abaetetuba, Pedagogia Licenciatura, com 14 candidatos/vaga.

Baixa concorrência – O PS também apresenta cursos com baixa concorrência. O menos concorrido entre os cotistas, em Belém, é Geofísica , com 3,19 candidatos/vaga. No interior: Física, em Salinópolis, com 6.80 canditato/vaga; Geografia, em Altamira, com 6,19; e  Física, em Curuçá (3,38). Entre os não cotistas, o curso menos concorrido, em Belém, é Letras (língua Alemã), com 0,60 candidatos/vaga; e no interior, as licenciaturas: Química, em Curuçá (0,38); Matemática, em Salinópolis (0,30); e Física, em Curuçá (0,25).

Transparência - Segundo o diretor do CEPS, professor Sanclayton Moreira, os dados são importantes porque sinalizam a transparência do processo e oportunizam aos candidatos tomar ciência do grau da disputa no curso escolhido. Quanto ao resultado do Processo Seletivo, ainda não há previsão, uma vez que a Universidade aguarda o repasse das notas dos candidatos inscritos no PS 2018, a serem enviadas pelo Ministério da Educação, após o resultado do Enem, previsto para ser divulgado em 19 de janeiro de 2018.

Texto: Assessoria de Comunicação da UFPA

Arte: Mkt/ASCOM

Fim do conteúdo da página